sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Feitiço da Sombra

Olá pessoal. Tudo bem com vocês?
Bom, mais uma resenha pra vocês, espero que gostem.
Esse é meu segundo livro da Nora, e tenho de dizer que estou gostando bastante do modo como ela escreve.
Continuação da série Os Primos O'Dowyer. Primeiro livro é Bruxa da Noite.




Título: Feitiço da Sombra
Autora: Nora Roberts
Editora: Arqueiro
Páginas: 288

Sinopse: Segundo livro da trilogia Primos O’Dwyer, Feitiço da sombra é uma emocionante história sobre os maiores poderes mágicos que existem: o amor, a amizade e a família. Connor O’Dwyer se orgulha de chamar o Condado de Mayo de seu lar. É lá que Branna, sua irmã, mora e trabalha e onde Iona, sua prima, encontrou o verdadeiro amor. Foi nessa terra que seus parentes e amigos formaram um círculo de proteção que nunca poderá ser rompido... Até que um beijo põe em risco a segurança de todos. Depois de um breve encontro com a morte, Connor e a melhor amiga de sua irmã se entregam um ao outro. Eles se dão bem desde a infância e, depois do tórrido encontro, o rapaz tem esperança de que esse relacionamento evolua. Para frustração dele, no entanto, Meara se contenta apenas com o prazer do momento, temendo se perder – e perder a amizade dele. Essa mudança em sua relação pode abalar o círculo e permitir que uma perigosa ameaça ressurja aos poucos, como uma névoa. Para detê-la, Connor precisará novamente da família e dos amigos para despertar a força e a fúria que correm em seu sangue. Quem sabe pela última vez.



Nessa continuação a Nora narra a história na perspectiva da Connor e Eamon, ainda lutando para destruir Cabhan, o bruxo negro das trevas. No solstício, assim como Sorsha, eles deixaram algo passar, algo que ainda não sabem e precisam trabalhar nisso. Connor e Eamon se encontram e machucam Cabhan, mas não sabem como Eamon conseguiu se transportar para o futuro.
Para Connor, algumas coisas mudaram desde o solstício, e notei que ele e a "deusa" Meara estão cada vez mais próximos, até que só próximos não os descreve mais. A relação entre eles é outra, como a amizade vai ficar depois de tudo que aconteceu? Depois do desejo desenfreado deles.
Cabhan não sossega o facho, está sempre tentando algo, só eu que penso que depois de tudo o que essa história já mostrou, ele deveria estar mais que morto? Okay! Mas, em ficção tudo pode acontecer, não é? Mas ao notar que o poder do circulo deles só aumenta, que tudo pode está relacionado com o envolvimento de Connor e Meara, a raiva crescente de Cabhan é óbvia.
Contudo isso só faz com que o circulo fique ainda mais forte, eliminando os pontos fracos. Se temos uma certeza, mesmo sem ler, é de que eles vão atacar o inimigo. Porém, vai dá certo??? Como vai acabar? Quer mesmo saber? Só ficar como estou... aguardando o próximo para saber, apesar de que já tenho suposições.

Bom, até a próxima. 
Comentem o que vocês acharam sobre o segundo livro, e o que acham que vai acontecer no terceiro.